Atividade: Apresentação do núcleo SP do Coletivo LGBT Comunista

A situação tá revoltante? É de cansar entrar no mercado e olhar pras prateleiras e ver preços absurdos do feijão, do arroz e da carne, né? E o botijão de gás, então? Ou o medo constante de andar pelas ruas, seja no centro ou na periferia… E a incerteza de trabalho? Nós estamos entre as…

Pré-venda: livro Sexualidade e socialismo, de Sherry Wolf

Acaba de entrar em pré-venda o livro Sexualidade e socialismo: história, política e teoria da libertação LGBT, da autora estadunidense Sherry Wolf, pela editora Autonomia Literária. Durante a pré-venda, o livro sai com 30% de desconto. Ou seja: o livro sai por apenas R$ 35! Corra e compre o seu, pois ele ficará em pré-venda…

Movimento LGBT: da luta antissistêmica à institucionalidade

Coletivo LGBT Comunista – SP O primeiro movimento organizado em defesa dos direitos LGBTs no Brasil surgiu em São Paulo no final dos anos de 1970 com o SOMOS: Grupo de Afirmação Homossexual. Ele emergiu durante a ditadura empresarial-militar, em um momento marcado pela censura, pela violência e pelos “guetos”, locais de sociabilidade para gays…

Movimento lésbico no Brasil: um breve resgate

Coletivo LGBT Comunista – SP Agosto é o mês da Visibilidade Lésbica. Comemora-se especialmente o dia 29, data marcada pelo Primeiro Seminário Nacional de Lésbicas (SENALE). Sabemos que historicamente os movimentos lésbicos precisaram lutar por independência e autonomia a fim de conseguir dar os devidos destaques às demandas que tocam essas mulheres em especial. A…

O golpe na Bolívia e a questão LGBT

Coletivo LGBT Comunista – SP Após um ano do golpe dado no ex-presidente boliviano Evo Morales pela extrema-direita latinoamericana, com a ajuda dos EUA, lançamos o texto abaixo, discutindo a questão com profundidade, dando destaques para o impacto de mais uma atuação do imperialismo no nosso continente para a sua população LGBT e a importância…

Racismo, LGBTfobia e a armadilha da identidade

Coletivo LGBT Comunista – SP A década de 1980 constitui um marco histórico para o movimento dos trabalhadores no Brasil. Com o fim da ditadura empresarial-militar, a consequente abertura democrática e o processo de queda do bloco soviético, é observado o fomento de um tipo diferente de organização política no seio social: ferramentas tradicionais de…

Cuba: Direitos sexuais e emancipação

O texto que segue foi escrito por Mariela Castro Espín, diretora do Centro Nacional Educação Sexual (CENESEX), em Cuba, para a XIII edição das Jornadas Cubanas contra a Homofobia e a Transfobia (2020). Trata-se de um balanço sobre a experiência cubana e a forma como lideram com as questões relativas aos direitos sexuais e de…

SUS: Superar a mercantilização

Coletivo LGBT Comunista – SP Em uma suposta reação à vigência de um sistema público de saúde no Brasil, cujo acesso foi inegavelmente ampliado e melhorado desde a criação do SUS, presenciamos cotidianamente o seu desmonte nos últimos anos. Na maior ou menor esfera do Poder Executivo e no Legislativo, sempre sob o mantra da…

A estratégia democrático-popular e a luta LGBT

Esse texto se propõe a discutir uma estratégia política em específico, conhecida como estratégia democrático-popular, e suas influências e desdobramentos para a classe trabalhadora, em geral, e para a população LGBT trabalhadora, em específico.