Além da propaganda: pinkwashing como violência colonial

Texto traduzido pelo militante Felipe Lakatos, tendo sido publicado originalmente pela alQaws aqui. A alQaws se define assim em seu site oficial: “A alQaws para a Diversidade Sexual e de Gênero na Sociedade Palestina (alQaws for Sexual and Gender Diversity in Palestinian Society), uma organização da sociedade civil fundada no ativismo de base, está na…

Pré-venda: livro Sexualidade e socialismo, de Sherry Wolf

Acaba de entrar em pré-venda o livro Sexualidade e socialismo: história, política e teoria da libertação LGBT, da autora estadunidense Sherry Wolf, pela editora Autonomia Literária. Durante a pré-venda, o livro sai com 30% de desconto. Ou seja: o livro sai por apenas R$ 35! Corra e compre o seu, pois ele ficará em pré-venda…

O capitalismo e a identidade gay, por John D’Emilio

Tradução por Gustavo Guimarães, publicado originalmente no site LavraPalavra, o qual nos cedeu autorização para republicá-lo aqui. “O capitalismo e a identidade gay foi publicado pela primeira vez em 1983, e originalmente constituía uma versão revisada de uma palestra dada por D’Emilio ao redor dos anos de 1979 e 1980. Viria a consistir uma parte…

Cinco maneiras de apoiar as LGBTQs palestinas

Coletivo LGBT Comunista – SP Há 73 anos, em 1948, milhares de palestinos foram expulsos de suas terras, obrigados a sair do seu país depois de um longo processo histórico de colonização por parte de Israel. Tal processo resultou numa guerra sangrenta vencida por Israel e no subsequente êxodo de mais de 700.000 palestinos, episódio…

O capitalismo tornou a identidade gay possível. Agora precisamos destruí-lo

Entrevista de John D’Emilio por Meagan Day.

A identidade gay tornou-se viável graças à face emancipatória do capitalismo: a libertação do indivíduo da estrutura familiar. Mas essa liberdade sexual não foi automática — precisou de décadas de luta militante. Hoje, precisamos de mais enfrentamentos para combater os aspectos opressivos do capitalismo, que impedem que homossexuais e heterossexuais vivam vidas totalmente livres.

Cuba: Direitos sexuais e emancipação

O texto que segue foi escrito por Mariela Castro Espín, diretora do Centro Nacional Educação Sexual (CENESEX), em Cuba, para a XIII edição das Jornadas Cubanas contra a Homofobia e a Transfobia (2020). Trata-se de um balanço sobre a experiência cubana e a forma como lideram com as questões relativas aos direitos sexuais e de…