Justiça para Maria Eduarda

Coletivo LGBT Comunista – PI Na noite da última quinta-feira (24), uma jovem trans foi assassinada com vários tiros enquanto andava por uma rua próxima a sua casa, em Piripiri (PI). Maria Eduarda, como foi identificada, tinha 22 anos e teve sua vida tirada por desconhecidos que fizeram os disparos e fugiram em seguida. Embora…

Dia internacional de combate à LGBTfobia: um chamado à luta!

O dia 17 de Maio é conhecido como Dia internacional de combate à LGBTfobia.  Foi consolidada enquanto uma data vitoriosa para o Movimento LGBT a partir de um longo processo de luta em vários países (incluindo o Brasil) pela retirada da Homossexualidade do Cadastro Internacional de Doenças (CID) da Organização Mundial de Saúde (OMS) em 1990. No Brasil, uma conquista semelhante…

As armas de Israel matam jovens na Palestina e no Brasil

O Coletivo LGBT Comunista assina a nota que segue: MANIFESTO: AS ARMAS DE ISRAEL MATAM JOVENS NA PALESTINA E NO BRASIL Com o aprofundamento da crise estrutural do capitalismo, reiteramos que a única saída possível para o fim da exploração e opressão da humanidade, assim como a sua emancipação, é a construção do socialismo. Não…

Pela greve geral do primeiro de maio!

Coletivo LGBT Comunista – RS Bolsonaro ri dos mortos enquanto o mercado lucra. Bolsonaro serve à burguesia brasileira, que também ri dos mortos, enquanto planeja a manutenção da “ordem natural das coisas”: eles, os patrões, os ricos, e seus representantes políticos, se protegem em suas casas, com suas heranças, rendas e lucros, enquanto a classe…

Movimento LGBT: da luta antissistêmica à institucionalidade

Coletivo LGBT Comunista – SP O primeiro movimento organizado em defesa dos direitos LGBTs no Brasil surgiu em São Paulo no final dos anos de 1970 com o SOMOS: Grupo de Afirmação Homossexual. Ele emergiu durante a ditadura empresarial-militar, em um momento marcado pela censura, pela violência e pelos “guetos”, locais de sociabilidade para gays…

Movimento lésbico no Brasil: um breve resgate

Coletivo LGBT Comunista – SP Agosto é o mês da Visibilidade Lésbica. Comemora-se especialmente o dia 29, data marcada pelo Primeiro Seminário Nacional de Lésbicas (SENALE). Sabemos que historicamente os movimentos lésbicos precisaram lutar por independência e autonomia a fim de conseguir dar os devidos destaques às demandas que tocam essas mulheres em especial. A…

O golpe na Bolívia e a questão LGBT

Coletivo LGBT Comunista – SP Após um ano do golpe dado no ex-presidente boliviano Evo Morales pela extrema-direita latinoamericana, com a ajuda dos EUA, lançamos o texto abaixo, discutindo a questão com profundidade, dando destaques para o impacto de mais uma atuação do imperialismo no nosso continente para a sua população LGBT e a importância…

Racismo, LGBTfobia e a armadilha da identidade

Coletivo LGBT Comunista – SP A década de 1980 constitui um marco histórico para o movimento dos trabalhadores no Brasil. Com o fim da ditadura empresarial-militar, a consequente abertura democrática e o processo de queda do bloco soviético, é observado o fomento de um tipo diferente de organização política no seio social: ferramentas tradicionais de…

Repúdio ao assassinato de Keron Ravach

Coordenação Nacional do Coletivo LGBT Comunista O dia 29 deste mês é marcado pelo Dia Nacional da Visibilidade Trans e Travesti. No dia 28, Keron Ravach completaria 14 anos. Mas, em 4 de janeiro, ela foi brutalmente assassinada em Camocim, no Ceará. Conforme reportado pela ANTRA (Associação Nacional de Travestis e Transexuais), Keron foi a…